Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

booksmoviesanddreams

booksmoviesanddreams

Livros que morrerão comigo:

"Norte e Sul" de Elizabeth Gaskell
"O monte dos Vendavais" de Emily Bronte
"Jane Eyre" de Charlotte Bronte
"Villette" de Charlotte Bronte
"A inquilina de Wildfell Hall" de Anne Bronte
"Orgulho e Preconceito" de Jane Austen
"Persuasão" de Jane Austen
"A mulher do viajante no tempo" de Audrey Niffenegger
"Em nome da memória" de Ann Brashares
"Charlotte Gray" de Sebastian Faulks
"A casa do destino" de Susana Prieto e Lea Vélez
"De mãos dadas com a perfeição" de Sofia Bragança Buchholz
"Rebecca" de Daphne Du Maurier
"O cavaleiro de Bronze" de Paulina Simons
"Enquanto estiveres aí" de Marc Levy
"O segredo de Sophia" de Susanna Kearsley

Sparkhouse (2002)

Sandra F., 13.08.11

Sparkhouse (2002) é um drama da BBC escrito por Sally Wainwright e inspirado no livro "Wuthering Heights" de Emily Bronte, dando-lhe uma versão mais moderna.

 

 

A história acompanha dois jovens que lutam pelo seu amor contra todas as adversidades. O papel de Heathcliff é, todavia, representado pela figura feminina da história, Carol (Sarah Smart), filha de um lavrador, e a egoísta Cathy é interpretada pela figura masculina, Andrew (Joseph Macfadden), filho de uma família vizinha, rica e snob. Esta troca de géneros acabou por funcionar muito bem e o filme acaba por ser agradável de se ver. O casal, tal como Heathcliff e Cathy, são inseparáveis desde crianças e, apesar da oposição da família de Andrew, que considera Carol uma má influência e inapropriada para o filho, estes mantêm-se juntos até que um acontecimento despoleta a separação. Depois de uns anos afastados, Carol volta à terra, supostamente bem na vida mas encontra Andrew casado, bem instalado na vida e já com um filho. carol decide unir-se então ao tímido e leal ajudante do seu falecido pai, John (Richard Armitage) para que ele a ajude a gerir a quinta. Andrew não aceita bem esta situação e instala uma tensão enorme quer na sua família quer na de Carol. 

  

Há outras questões abordadas que influenciam largamente a relação deste casal, desde o incesto, ao adultério, gravidez precoce. Tudo muito bem misturado numa história que vale a pena ver.

 

Não encontrei trailer para esta série mas encontrei este vídeo que gosto muito.

 

 

E esta música que faz parte do filme e que adorei. Muito seventys.