Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

booksmoviesanddreams

booksmoviesanddreams

Livros que morrerão comigo:

"Norte e Sul" de Elizabeth Gaskell
"O monte dos Vendavais" de Emily Bronte
"Jane Eyre" de Charlotte Bronte
"Villette" de Charlotte Bronte
"A inquilina de Wildfell Hall" de Anne Bronte
"Orgulho e Preconceito" de Jane Austen
"Persuasão" de Jane Austen
"A mulher do viajante no tempo" de Audrey Niffenegger
"Em nome da memória" de Ann Brashares
"Charlotte Gray" de Sebastian Faulks
"A casa do destino" de Susana Prieto e Lea Vélez
"De mãos dadas com a perfeição" de Sofia Bragança Buchholz
"Rebecca" de Daphne Du Maurier
"O cavaleiro de Bronze" de Paulina Simons
"Enquanto estiveres aí" de Marc Levy
"O segredo de Sophia" de Susanna Kearsley

Charlotte Bronte: raridades

Sandra F., 09.10.11

As minhas duas últimas aquisições, adquiridas numa pequena feira do livro que encontrei acidentalmente nesta cidadezinha à beira-mar plantada e a preço de chuva... De notar que são livros difíceis de encontrar. Estes são ambos da Planeta Editora.

      

O primeiro (O feitiço), segundo a sua resenha, é simultaneamente gracioso, ousado e poderoso. É, sem dúvida, um romance de época, de todas as épocas - da nossa também. Merece ser lido, apreciado e descoberto em todas as suas dimensões. E merece ser recordado. Como uma memória bonita para as noites de Inverno. A história: Quando é declarada a morte do Infante Marquês de Almeida, os reinos de Wellingtonsland e Angria ficam privados do seu herdeiro. Ansiosos por garantir a segurança futura das nações, os conselheiros do Rei sugerem que se nomeie um sucessor, e quando o próprio rei sucumbe a uma doença misteriosa e que o deixa em risco de vida, a necessidade torna-se ainda mais crucial. Porém, este mantém-se estranhamente imperturbável. A confusão dá lugar à intriga política quando os que lhe estão mais próximos se interrogam sobre o que ele realmente sabe e quem são, ao certo, as misteriosas personagens que o rodeiam.

 

Relativamente ao segundo livro (O segredo), é uma história feita de intrigas, mentiras, duplicidade e de um amor que consegue vencer todas as vicissitudes. O narrador é o irmão de Arthur, o Marquês do Douro, o desconcertado marido da encantadora Marion e também, como vem a descobrir-se, filho do ilustre Duque de Wellington.

 

Charlotte Bronte foi uma das grandes escritoras britânicas, autora de Jane Eyre, Shirley e Villette. Nasceu no Yorkshire, onde passou grande parte da sua vida e teve uma infância conturbada; ela, as irmãs, Anne e Emily, e o irmão, Branwell, encontraram consolo na escrita, produzindo uma colecção de textos com grande imaginação e autenticidade. Charlotte, provida de uma sinceridade impressionante, conquistou os leitores pela sua criatividade incipiente e pelo permanente brilho feminino dominado pela transparência das suas fantasias infantis previsíveis que se encontram escritas numa linguagem majestosa e audaz.

(Fonte: Planeta Editora)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.